Imagem de aparelho utilizado para realizar o exame de topografia corneana ao lado de um computador mostrando resultados de exame

Topografia de Córnea

A Topografia de Córnea ou Topografia Corneana é um exame médico semelhante a um mapa, assim como os mapas que vimos na escola. 

Ele serve para o médico oftalmologista identificar irregularidades na córnea, além de adaptar lentes de contato. 

Vem descobrir mais sobre esse exame que é fundamental para a oftalmologia.

Como é feito o exame de topografia da córnea?

É um exame simples, rápido e indolor. Para a Topografia Corneana não é necessário dilatar os olhos e nenhum equipamento entra em contato direto com o olho.

O paciente deve ficar sentado em um banco com a testa e o queijo apoiados no topógrafo, o equipamento usado para realizar o exame, e olhando para o Disco de Plácido, a parte interna do aparelho. 

Enquanto você fica parado por cerca de 10 minutos, um software escaneia e registra a topografia da sua córnea.

Como entender o resultado de uma topografia de córnea?

Observe o exemplo abaixo, neste exame as áreas mais elevadas estão em vermelho, enquanto áreas planas estão em verde e áreas mais baixas em azul. 

O aparelho de topografia possui uma série de anéis iluminados que refletem na córnea, de maneira que o computador possa reconstruir um mapa de relevo.

Ele utiliza o reflexo destes anéis e a proximidade entre eles para calcular a curvatura da córnea.

Para que serve o exame de topografia de córnea?

Ao analisar a topografia da córnea, o exame busca por alterações que possam ter resultados prejudiciais aos olhos, sendo assim, os principais usos são: 

– Para identificar doenças: um exame alterado pode demonstrar doenças como ceratocone, e da mesma forma, irregularidades causadas por traumas. 

Veja esse exemplo de um diagnóstico de ceratocone, que é um afinamento da córnea,

o qual com o passar do tempo pode ficar mais pontudo. 

No exemplo ilustrativo podemos perceber uma córnea no formato de uma bola de futebol (córnea normal) e outra no formato de uma bola de futebol americano (ceratocone). 

– Para quem usa lentes de contato: o uso de lentes de contato, muitas vezes, requer um exame prévio de topografia corneana, para que o médico possa escolher a melhor lente para o paciente.

– A topografia também pode e deve ser utilizada em exames pré-operatórios de cirurgias refrativas, catarata e pterígio.

Cuidados para a realização do exame:

– Evite o uso de lentes de contato por pelo menos 2 semanas antes do exame. O uso de lentes pode alterar a curvatura da córnea e falsear o exame (warpage de córnea);

– Realize a limpeza adequada de cílios e pálpebras;

– Evite o uso de maquiagem no dia do exame (lápis, máscara para cílios, delineador, cílios postiços).

Esses cuidados são necessários para garantir a confiabilidade do exame. 

Com um resultado falso podemos ter um diagnóstico incorreto e, catastroficamente, um tratamento incorreto.

Siga as orientações da equipe. Da mesma forma, não fique receoso quanto a qualidade do exame, geralmente o aparelho avisa quando ocorre algum erro de aferição das medidas.

E aí, gostou de saber dessas dicas sobre como funciona uma topografia de córnea? Um exame indolor para o paciente e que auxilia, e muito, o oftalmologista na hora do diagnóstico. 

Quer receber outras dicas como essa? Então siga a Clínica de Olhos Erechim no Instagram!