O que é Ceratocone

O Ceratocone é uma alteração na córnea que causa seu afinamento. A córnea fica mais pontuda, o que resulta em alterações visuais.

Sintomas

  • Dificuldade de enxergar para longe (mais comum);
  • Dificuldade de enxergar para perto.

Idade de início dos sintomas

  • Adolescência (mais comum);
  • Jovens e adultos, até 40 anos (comum);
  • Após 40 anos (raro).

Esse afinamento pode causar:

  • Miopia (mais comum);
  • Astigmatismo (muito comum);
  • Hipermetropia (mais raro).

Pacientes portadores de miopia muitas vezes não sabem que possuem ceratocone. O diagnóstico só é possível através do exame de topografia de córnea. Alguns pacientes possuem doença subclínica, ou seja, sem sintomas. Neste caso, não é necessário nenhum tratamento, porém, o paciente deve fazer acompanhamento para evitar a progressão da doença.

Afinal, o que é o ceratocone?

O afinamento da córnea causa uma instabilidade a ponto de ela se deformar e perder o formato regular e redondinho como se fosse uma bola, e tornar-se pontuda, como uma bola de futebol americano.

O ceratocone progride com o ato de coçar os olhos, portanto, a principal orientação para pacientes portadores de ceratocone é não coçar os olhos.

Tratamentos

Óculos é o principal tratamento para qualquer dificuldade visual causada por algum tipo de grau em nossos olhos. Pacientes podem ter uma boa visão com uso de óculos, porém ele não corrige as alterações cromáticas.

Lentes de contato costumam ser o melhor tratamento para ceratocone leve a moderado. Uma adaptação bem feita pode deixar o paciente com uma visão normal.

Alguns pacientes não conseguem se adaptar ao uso de lentes de contato ou a própria lente de contato não consegue resolver o problema refrativo. Nestes casos, o anel intraestromal torna-se uma boa alternativa para melhora visual.

CrossLink Corneano é um procedimento cirúrgico que torna a córnea mais rígida e evita que o problema aumente, além de muitas vezes, causar regressão da doença.

Transplante de córnea com certeza é a última opção, porém, ainda é muito realizado em pacientes graves.

Fonte: Mayo Clinic – Keratoconus.